Como saber se o prestador está enquadrado no regime da desoneração?

26 out, 2016 | Desoneração | 0 Comentários

Conforme já sabemos, desde 1º de dezembro de 2015 o regime conhecido como desoneração da folha de salários se tornou facultativo.

A alteração, que foi reclamada por diversos segmentos, só ocorreu porque o governo decidiu majorar substancialmente as alíquotas da CPRB – Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta, cobrando 2,5% ou 4,5% da maioria das empresas que antes recolhiam apenas 1% ou 2%.

Apesar da majoração da alíquota, o percentual reduzido de retenção de 3,5% permanece inalterado. Isto é, quando a retenção de 11% for cabível, mas o prestador estiver enquadrado no regime da desoneração, caberá o desconto pela alíquota menor, que foi criada em agosto de 2012 e não sofreu alteração desde então.

Continue lendo no blog Foco Tributário →

Publicações recentes

GT CAST #36 – Março 2022 – O seu podcast sobre Gestão Tributária!

  Seja bem-vindo(a) a mais uma edição do GT...

Governo Federal vai atualizar tabela do Imposto de Renda

  A faixa de isenção, hoje em R$ 1,9 mil,...

Exemplo prático de envio de evento periódico da EFD-Reinf e da DCTFWeb

 Prazo para o envio de eventos periódicos...

Arquivos

Posts relacionados

Seu comentário é bem-vindo!

Adicione seu comentário ou deixe sua pergunta.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.