#337: Quando a bitributação do ISS pode ser evitada pelo prestador do serviço?

2 ago, 2020 | ISS, Vídeos | 0 Comentários

Vídeo #337 de 365 vídeos ao longo de um ano!

Nos treinamentos em que abordamos a retenção do ISS na contratação de pessoas físicas e jurídicas é bastante comum encontrarmos pessoas que acreditam que o imposto é devido sempre no local da prestação do serviço.

Mas quem estuda a matéria com atenção descobre que, via de regra, a Lei Complementar nº 116/2003 determina justamente o contrário. Ou seja, o ISS é devido na maioria das hipóteses para o município do estabelecimento prestador.

Ocorre que há municípios que impõem aos tomadores de serviços ali estabelecidos que procedam à retenção do ISS em seu favor independentemente do que dispõe a legislação nacional. Porém, há casos que a própria empresa contratada pode evitar o desconto indevido através de um procedimento simples. Já em outras situações, a dupla incidência do ISS se apresenta como um problema difícil de resolver.

Para entrar em contato conosco e tirar dúvidas, envie um e-mail para: [email protected]

Se quiser receber os conteúdos diretamente em seu celular, envie uma solicitação para nosso WhatsApp: +55 71 9 9385-2662.

Publicações recentes

Modelo-blogs

CERCA DE 12 MIL EMPRESAS CONTÁBEIS DEVEM SER FISCALIZADAS

Cerca de 12 mil empresas devem ser fiscalizadas pelo Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo (CRCSP) para verificar a existência de registro da atividade contábil.

mei-podera-emitir-nf

MEI poderá emitir NF a partir de janeiro de 2023

ara quem é atualmente MEI e é prestador de serviço, será possível emitir uma Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NDF-e) através do Portal do Simples Nacional

imposto-de-renda

Receita paga neste mês o 4º lote de restituição do Imposto de Renda; quem recebe?

A restituição do Imposto de Renda (IR) foi dividida em cinco lotes. Três deles já foram pagos pela Receita Federal. O quatro lote ficará disponível em 31 de agosto.

Arquivos

Posts relacionados

Seu comentário é bem-vindo!

Adicione seu comentário ou deixe sua pergunta.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.