0800 888 1482 [email protected]

      Qual é o local de incidência do ISS nos serviços de monitoramento remoto?

      4 mar, 2021 | ISS, Vídeos | 0 Comentários

      No evento ISS em Foco, realizado em 2020 pelos professores Alexandre Marques e Gustavo Reis, várias questões complexas e duvidosas foram solucionadas. Uma delas foi sobre o  local de incidência do ISS nos serviços de monitoramento remoto. Confira:

      ISS: Serviços de monitoramento remoto

      Dentre os serviços que não se sujeitam à regra do caput do art. 3º da LC 116/03, estão os serviços de monitoramento remoto de bens e pessoas, vigilância ou segurança, referidos no subitem 11.02:

      “11.02 – Vigilância, segurança ou monitoramento de bens, pessoas e semoventes.”  

      Local de incidência

      Neste caso, pode-se dizer que o imposto é devido onde estão os bens e pessoas monitorados ou vigiados.

      Isso porque a própria redação do inciso XVI do art. 3º da referida lei diz que nessas hipóteses o imposto não é devido no local da prestação:

      “XVII – do armazenamento, depósito, carga, descarga, arrumação e guarda do bem, no caso dos serviços descritos no subitem 11.04 da lista anexa’’ 

      Caso o legislador tivesse definido que a incidência do ISS nos serviços de monitoramento remoto, vigilância ou segurança, seria no local da prestação, muitas dúvidas iriam surgir. 

      No caso de vigilância eletrônica, por exemplo, a incerteza era se a prestação ocorreria onde as câmeras estão em monitoramento remoto ou onde foram instaladas. Para evitar esse tipo de discussão, o legislador afirmou expressamente que o local é onde estão os bens e pessoas vigiados e monitorados, não onde está o prestador dos serviços de monitoramento remoto

      Veja também: Retenção do ISS e INSS nos serviços de vigilância eletrônica

      [Entre no nosso canal no Telegram]

      Para entrar em contato conosco e tirar dúvidas, envie um e-mail para: [email protected].

      Se quiser receber os conteúdos diretamente em seu celular, envie uma solicitação para nosso WhatsApp: +55 71 9 9385-2662.

      Publicações recentes

      Featured Video Play Icon

      A DIRF ainda terá que ser entregue em 2025? Alteração importante!

      O adiamento da DIRF 2024 gera diversas implicações. A primeira e mais importante é que esse fato não indica uma flexibilização (…)

      Featured Video Play Icon

      IRRF na DCTFWeb: Veja como preencher e enviar o evento R-4020!

      Com o foco no evento R-4020 que diz respeito aos rendimentos pagos ou creditados a pessoas jurídicas, é imprescindível ter uma visão (…)

      Featured Video Play Icon

      2 requisitos que determinam se incide ou não INSS na cessão de mão de obra ou empreitada

      Entender se incide ou não INSS sobre determinadas operações é extremamente relevante no contexto jurídico e tributário brasileiro (…)

      Arquivos

      Posts relacionados

      Seu comentário é bem-vindo!

      Adicione seu comentário ou deixe sua pergunta.

      0 comentários

      Enviar um comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *