0800 888 1482 [email protected]

      A importância de entender a diferença entre dispensa de retenção e dispensa de recolhimento do IR

      29 dez, 2021 | Gestão Tributária | 0 Comentários

      Dispensa de retenção de Imposto sobre a Renda –Nessa Solução de Consulta Cosit, a Receita Federal prevê que está dispensada a retenção conjunta de tributos, Imposto sobre a Renda, CSLL, Pis e Cofins prevista no artigo 64 da Lei nº 9.430/1996, quando o valor a ser retido for igual ou inferior a R$10,00, exceto na hipótese de DARF eletrônico efetuado por meio do SIAFI

      Solução de consulta cosit nº 173 de 2021

      Essa solução de consulta é interessante e o que a consulente relatou para a Receita Federal do Brasil é que ela tem um contrato de administração e fornecimento de vale-transporte. Os valores mensais que são pagos dependem da utilização deste vale-transporte mas, devido a pandemia, muitos trabalhadores ficaram trabalhando em home office sem necessidade de utilização do vale-transporte o que fez com que muitas medições mensais ficassem em valores ínfimos, pequenos, o que redundaram em retenções inferiores a R$10,00. A pergunta era justamente essa: “o artigo 68 da Lei nº 9.430/96 diz que você pode acumular e esperar para fazer a retenção, mas eu devo aplicar o artigo 68 ou a retenção está dispensada?” Parece que a discussão gira em torno dessa situação. 

      Inclusive, no livro Gestão Tributária de Contratos e Convênios, é feita uma distinção muito importante entre dispensa de retenção e dispensa de recolhimento. A dispensa de recolhimento é quando a retenção não é dispensada, ela resulta no valor inferior a R$10,00 e esses valores têm que ser acumulados até alcançar o limite mínimo para recolhimento em DARF. A gente tem vários contextos como nesse aqui, a dispensa de retenção quer dizer, quando uma empresa federal, por exemplo, a Petrobras, Banco do Brasil, ou Caixa vai pagar a uma pessoa jurídica uma nota fiscal de um pequeno valor, suponhamos, R$ 100,00 e a soma dessas retenções fica inferior a R$10,00 ela está dispensada de reter. Isso não se aplica quando a fonte pagadora é um órgão federal que utiliza o SIAFI porque lá no referido sistema, o DARF é eletrônico e não tem dispensa de retenção. A retenção pode ser de centavos que através do SIAFI,  o órgão federal consegue efetuar o recolhimento. Daí a importância da gente não confundir esses dois institutos que são muito parecidos mas, que a gente distingue bem em nossa obra.

      Veja também: Fornecimento de refeição em refeitório é serviço ou produto?

      Receba os conteúdos diretamente em seu celular, envie uma solicitação para nosso WhatsApp clicando aqui.

      [Entre no nosso canal no Telegram]

      Para entrar em contato conosco e tirar dúvidas, envie um e-mail para: [email protected].

      🚀 Gestão Tributária de Contratos e Convênios AO VIVO e ONLINE! CONFIRME SUA PRESENÇA CLICANDO AQUI.

      Curso Especialista em Retenções Tributárias

      Domine a complexa legislação tributária que trata das retenções na fonte e dê uma guinada em sua carreira profissional!

      Curso especialista em Retenções Tributárias

      Publicações recentes

      Featured Video Play Icon

      A DIRF ainda terá que ser entregue em 2025? Alteração importante!

      O adiamento da DIRF 2024 gera diversas implicações. A primeira e mais importante é que esse fato não indica uma flexibilização (…)

      Featured Video Play Icon

      IRRF na DCTFWeb: Veja como preencher e enviar o evento R-4020!

      Com o foco no evento R-4020 que diz respeito aos rendimentos pagos ou creditados a pessoas jurídicas, é imprescindível ter uma visão (…)

      Featured Video Play Icon

      2 requisitos que determinam se incide ou não INSS na cessão de mão de obra ou empreitada

      Entender se incide ou não INSS sobre determinadas operações é extremamente relevante no contexto jurídico e tributário brasileiro (…)

      Arquivos

      Posts relacionados

      Seu comentário é bem-vindo!

      Adicione seu comentário ou deixe sua pergunta.

      0 comentários

      Enviar um comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *