Exclusão de materiais e equipamentos para fins de retenção do INSS

4 out, 2017 | INSS | 0 Comentários

Muitos prestadores de serviços sofrem a retenção de INSS de 11% sobre o valor de suas notas fiscais de prestação de serviços sem conhecer a fundo as possibilidades legais de redução da base de cálculo. Para algumas empresas, isso significa a supressão de seu capital de giro, já que os valores descontados na fonte podem superar o montante que elas têm a recolher.

Ocorrendo tal fato, é muito importante conhecer as regras que autorizam a exclusão de materiais e/ou equipamentos, bem como a dedução de vale-transporte e despesas com alimentação, previstas nos arts. 121 a 124 da IN RFB 971/2009. Sua aplicação depende da análise conjunta de dois documentos fundamentais: o contrato e a nota fiscal.

Continue lendo no blog Foco Tributário →

Publicações recentes

Receita Federal suspende emissão da Nota Fiscal Eletrônica por três dias

  Suspensão do sistema da Receita é para manutenção e vai...

GT CAST #36 – Março 2022 – O seu podcast sobre Gestão Tributária!

  Seja bem-vindo(a) a mais uma edição do GT Cast, o seu...

Governo Federal vai atualizar tabela do Imposto de Renda

  A faixa de isenção, hoje em R$ 1,9 mil, deve aumentar,...

Exemplo prático de envio de evento periódico da EFD-Reinf e da DCTFWeb

 Prazo para o envio de eventos periódicos na EFD-Reinf e...

Simples Nacional e MEI: Congresso quer ampliar limite de faturamento

 Empresas que pedem aumento no limite de faturamento do...

Posts relacionados