Tomador de serviço optante do Simples Nacional deve reter IR e Contribuições?

5 jul, 2017 | Simples Nacional | 0 Comentários

Lei Complementar nº 123/2006, que institui o regime do Simples Nacional, não trata da retenção do Imposto de Renda na Fonte nem das Contribuições Sociais (CSLL, PIS/Pasep e Cofins) nos casos em que a tomadora de serviço, optante dessa sistemática, contrata outras pessoas jurídicas. Diante dessa omissão, subsistia para a fonte pagadora a dúvida sobre a obrigação de efetuar a retenção.

Em manifestação oficial exarada na Solução de Consulta Cosit nº 263 de 29 de maio de 2017, a Receita Federal do Brasil demonstrou ser divergente o tratamento da retenção dos referidos tributos.

Continue lendo no blog Foco Tributário →

Publicações recentes

Diferenças entre subcontratação de serviços e intermediação de negócios

  Subcontratação de serviços e intermediação de negócios -...
aliquota-iss-simples-nacional

A alíquota do ISS do optante do Simples Nacional pode ser inferior a 2%?

  Alíquota do ISS do optante do Simples Nacional - De...
IRPJ-no-Lucro-Presumido-calculo

IRPJ no Lucro Presumido para construção civil: quando a base de cálculo é de 8%

O regime de tributação denominado Lucro Presumido abrange os tributos federais que têm como fato gerador o lucro, dentre eles o Imposto de Renda…

eventos-esocial

Mudança no prazo de envio dos eventos do eSocial

Os prazos de envio dos eventos do eSocial foram definidos no Manual de Orientação do eSocial – MOS e, ao que se percebe, como regra geral, eles devem ser transmitidos até o dia 07…

equiparação-serviços-detetização

Implicações da equiparação dos serviços de dedetização a serviços de limpeza

A equiparação das atividades de dedetização e imunização de pragas aos serviços limpeza, para fins de retenção previdenciária, é questão já pacificada há algum tempo, mas o cenário nem sempre foi assim.

Posts relacionados

ASSISTA AO NOVO VÍDEO

Destrave o vídeo com o seu e-mail

Nunca usaremos o seu endereço  de e-mail para spam

OBRIGADO POR ENVIAR!!