O que acontece quando a fonte pagadora não retém o IR Fonte?

30 mar, 2018 | Vídeos | 0 Comentários

A legislação tributária brasileira é extramente confusa e uma das grandes dificuldades que enfrentamos ao estudá-la é identificar qual o tratamento dispensado para situações idênticas, mas em relação a tributos diferentes.

Aqui temos um exemplo disso! A falta de retenção na fonte do INSS ou do ISS, por exemplo, não enseja as mesmas consequências que vemos ao analisarmos a não retenção do Imposto de Renda na Fonte (IRRF).

Continue lendo em Foco Tributário ↬

 

 

Publicações recentes

Diferenças entre subcontratação de serviços e intermediação de negócios

  Subcontratação de serviços e intermediação de negócios -...
aliquota-iss-simples-nacional

A alíquota do ISS do optante do Simples Nacional pode ser inferior a 2%?

  Alíquota do ISS do optante do Simples Nacional - De...
IRPJ-no-Lucro-Presumido-calculo

IRPJ no Lucro Presumido para construção civil: quando a base de cálculo é de 8%

O regime de tributação denominado Lucro Presumido abrange os tributos federais que têm como fato gerador o lucro, dentre eles o Imposto de Renda…

eventos-esocial

Mudança no prazo de envio dos eventos do eSocial

Os prazos de envio dos eventos do eSocial foram definidos no Manual de Orientação do eSocial – MOS e, ao que se percebe, como regra geral, eles devem ser transmitidos até o dia 07…

equiparação-serviços-detetização

Implicações da equiparação dos serviços de dedetização a serviços de limpeza

A equiparação das atividades de dedetização e imunização de pragas aos serviços limpeza, para fins de retenção previdenciária, é questão já pacificada há algum tempo, mas o cenário nem sempre foi assim.

Posts relacionados

ASSISTA AO NOVO VÍDEO

Destrave o vídeo com o seu e-mail

Nunca usaremos o seu endereço  de e-mail para spam

OBRIGADO POR ENVIAR!!